pastorwagnershekinah@hotmail.com

pastorwagnershekinah@hotmail.com
ENDEREÇO Avenida Arquiteto Vilanova Artigas, nº. 1950Bairro: Conjunto Habitacional Teotonio Vilela CEP: 03928-240 SÃO PAULO SP

segunda-feira, 22 de junho de 2009

O que é ser Pastor? O que é pastorear? E ovelha???

É,. impressionante como hoje em dia se tornou fácil virar pastor, existem diversos cursos inclusive à distância de Teologia, mas a verdade é que não existe em nenhum lugar o curso para “O chamado de Deus!”.As pessoas não entendem que ser pastor é um chamado ministerial e que somente deve ser preenchido por aqueles que verdadeiramente foram chamados pelo próprio Deus para fazê-lo, não se faz curso para isso, Deus é quem escolhe e pronto
Depois, acaba acontecendo o que em muitas igrejas nós temos vistos, pastores arrogantes, estrelinhas, aproveitadores, que pregam como ninguém, mas, quando um membro da igreja fica doente e precisa do seu pastor lá perto dele e orando por ele, o pastor some! Sabe por quê? Por que não foi chamado para pastorear, ser pastor é pastorear...Salmo 23

Existe diferença entre pregar e pastorear, pregar qualquer um prega, é só estudar a bíblia, isso é muito bom, o evangelho precisa ser pregado em todo o mundo, quanto mais pessoas pregando melhor...mas...pastorear é outra coisa, pastorear é cuidar da igreja, cuidar, pegar no colo, limpar as feridas, aconselhar, caminhar junto, e isso é pra poucos. E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e mestres, querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos a unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo. (Efésios 4:11-13) .
A propósito o que você entende da palavra: PASTOR? Qual o sentido dessa palavra? Ser pastor !Diante do quadro atual, em pleno século XXI, essa palavra tem deixado o seu sentido original e se transformado em um termo "banal"
.Ser pastor é muito mais que ser um pregador. Está além de ser um administrador de igreja. Muito além de professor ou conferencista.
Ser pastor é algo da alma, não apenas do intelecto.
Ser pastor é sentir paixão pelas almas. É desejar a salvação de alguém de forma tão intensa, que nos leve à atitude solidária de repartir as boas-novas com ele. É chorar pelos que se mantém rebeldes. É pensar no marido desta irmã, no filho daquela outra, na esposa do obreiro, nos vizinhos da igreja, nos garotos da rua.
Ser pastor é tudo fazer para conseguir ganhar alguns para Cristo.
Ser pastor é festejar a festa da igreja. É alegrar-se com a alegria daquele que conquista um novo emprego, daquele que gradua-se na faculdade, daquele que recebe a escritura da casa própria ou do outro que recebeu alta no hospital.
Ser pastor é ter o brilho de alegria ao ver a felicidade de um casal apaixonado, ao ver o sucesso na vida cristã de um jovem consagrado, é festejar a conversão de um familiar de alguém da igreja por quem há tempos se vinha orando.
Ser pastor é desejar o bem sem cobiçar para si absolutamente nada, a não ser a felicidade de participar dessa hora feliz.Mas ser pastor também é chorar. Chorar pela ingratidão dos homens. Chorar porque muitas vezes aqueles a quem tanto se ajudou são os primeiros a perseguirem-nos, a esfaquearem-nos pelas costas, a criticarem-nos, a levantarem falso testemunho contra a igreja e contra nós. É chorar com os que choram, unindo-nos ao enlutado que perdeu um ente querido, é dar o ombro para o entristecido pela perda de um amor, é ser a companhia do solitário, é ouvir a mesma história uma porção de vezes por parte do carente. Chorar com a família necessitada, com o pai de um drogado, com a mãe da prostituta, com a família do traficante, com o irmão desprezado.
Ser pastor é não ter outro interesse senão o pregar a Cristo. É não se envolver nos negócios deste mundo, buscando riquezas, fama e posição. É saber dizer não quando o coração disser sim. É não ir à casa dos ricos em detrimento dos pobres. É não dar atenção demasiada para uns, esquecendo-se dos outros. É não ficar do lado dos jovens, em detrimento dos adultos e vice-versa.
Ser pastor é não envolver-se em demasia com as pessoas, ao ponto de se perder a linha divisória do amor e do respeito, do carinho e da disciplina
Ser pastor é não aceitar subornos nem tampouco desprezar os não expressivos.
Ser pastor é ser pai. É disciplinar com carinho e amor, conquanto com a firmeza da vara, da correção e, não raras vezes, da exclusão de pessoas queridas. É obedecer a Bíblia, não aos homens. É seguir a Deus, não ao coração.
Ser pastor é ser justo.
Ser pastor é saber dizer não, quando a emoção manda dizer sim.
Ser pastor é ter a consciência de não ser sempre popular, principalmente quando tiver que tomar decisões pesadas e difíceis, e saber também ser humilde quando a bênção de Deus o enaltecer diante do rebanho e diante do mundo. Os erros são nossos, mas a glória é de Deus.
Ser pastor é levantar-se quando todos estão dormindo e dormir quando todos estão acordados, socorrendo ao necessitado no horário da necessidade.
Ser pastor é não medir esforços pela paz. É pacificar pais e filhos, maridos e esposas, sogros e genros, irmãos e irmãs.
Ser pastor é sofrer o dano, o dolo, a injustiça, confiando nAquele que é o galardoador dos que o buscam. Ser pastor é dar a camisa quando lhe pedem a blusa, andar duas milhas quando o obrigam a uma, dar a outra face quando esbofeteado.
Ser pastor é estar pronto para a solidão. É manter-se no Santo dos Santos de joelhos prostrados, obtendo a solução para os problemas insolúveis.
Ser pastor é ser sacerdote, mantendo sigilo no coração, mantendo em segredo o que precisa continuar sendo segredo, e repartindo com as pessoas certas aquilo que é "repartível".
Ser pastor é muitas vezes não ser convidado para uma festa, não ser informado de uma notícia ou ser deixado de fora de um evento, e ainda assim manter a postura, a educação, o polimento e a compaixão.
Ser pastor é ser profeta, tornar o seu púlpito um "assim diz o Senhor", uma tocha flamejante, um facho de luz, uma espada de dois gumes, afiada e afogueada, proclamando aos quatro ventos a salvação e a santificação do povo de Deus.
Ser pastor é ser marido e ser pai. É fazer de seu ministério motivo de louvor dentro e fora de casa. É não causar à esposa a sensação de que a igreja é uma amante, uma concorrente, que lhe tira todo o tempo de vida conjugal.
Ser pastor é amar aos seus filhos da mesma forma que ensina aos pais cristãos amarem aos seus. É olhar para os olhos de seus filhos e ver o brilho de seus próprios olhos. É preocupar-se menos com o que os outros vão pensar e mais no que os filhos vão aprender, sentir e receber. É ver cada filho crescer, dando a cada um a atenção e o amor necessários. É orgulhar-se de ser pai, alegrar-se por ser esposo, servir de modelo para o povo.
Ser pastor é pedir perdão.
Se os pastores fossem super-homens, Deus daria a tarefa pastoral aos anjos, mas preferiu fazer de pecadores convertidos os líderes de rebanho, pois, sendo humanos, poderiam mostrar aos demais que é possível ser uma bênção. Mas, quando pecarem, saberem pedir perdão. A humildade é uma chave que abre todas as portas, até as portas emperradas dos corações decepcionados. A humildade pode levar o pastor à exoneração, como prova de nobreza e integridade, como pode fazê-lo retomar seus trabalhos com maior pujança e vigor. Há pecados que põem fim a um ministério e ser pastor é saber quando o tempo acabou. Recomeçar é possível, mas nem sempre.
Ser pastor é saber discernir entre ficar ou sair, entre continuar pastor e recolher-se respeitosamente.
Ser pastor é crer quando todos descrêem. Saber esperar com confiança, saber transmitir otimismo e força de vontade. É fazer de seu púlpito um farol gigantesco, sob cuja luz o povo caminha sempre em frente, para cima e em direção a Deus.
Ser pastor é ver o lado bom da questão, é vislumbrar uma saída quando todos imaginarem que é o fim do túnel. Ser pastor é contagiar, e não contaminar.
Ser pastor é inovar, é renovar, é oferecer-se como sacrifício em prol da vontade de Deus.
Ser pastor é fazer o povo caminhar mais feliz, mais contente, é fazer a comunidade acreditar que o impossível é possível, é fazer o triste ser feliz, o cansado tornar-se revigorado, o desesperado ficar confiante e o perdido salvar-se. As guerras não são ganhas com armas, mas com palavras, e as do pastor são as palavras de Deus, portanto, invencíveis
Duas verdades são aqui destacadas:
A primeira é que o nosso pastor é divino.
é o Deus auto-existente, onipotente, onisciente e onipresente.
Ele é o Deus da aliança, o Deus de toda a graça, o nosso criador, sustentador e salvador. Nele nos movemos e existimos. A segunda verdade é que o nosso pastor é pessoal. Ele é o meu pastor. Ele tem conosco uma relação pessoal. Ele nos conhece e nos chama pelo nome. Ele vela por nós, cuida de nós e supre .Nois amamos muito ele vai sempre atraz de sua ovelha perdida (PASTOR DA NOSSA IGREJA E UMA BENÇÃO GRAÇA A DEUS)


Que tipo de animal é uma ovelha? É um animal esperto? Inteligente? É um animal que sabe se defender? – Não, nada disso. Podemos dizer que a ovelha é muito bonitinha, mas é extremamente burra. A ovelha não sabe andar sozinha: se estiver andando e encontrar um obstáculo, não desvia e bate com a cabeça. O mesmo acontece se a ovelha estiver andando próxima de um precipício: ela provavelmente vai continuar andando e rolar pelo morro abaixo. Podemos dizer que dentre os animais, é ovelha é um dos animais mais medroso. Isso porque não sabe nem tem como se defender: ela não tem garras, não tem dentes fortes, não tem veneno. Ela tem medo até de nascente d’água.É a esse animal que Jesus nos compara. Teria sido um mimo de Jesus? Não. Ao chamar o ser humano de ovelhas, Jesus apontou para a nossa condição precária sobre a terra. A ovelha é a melhor fotografia do ser humano. Somos “burros”, não sabemos caminhar sozinhos, facilmente nos jogamos no precipício. E do mesmo modo como a ovelha necessita de um pastor, nós também precisamos de um pastor, um bom pastor, um Salvador. Alguém que nos dê a mão e diga: “Vamos, levante-se, saia daí!” E graças a Deus, o mesmo que vê nossas misérias de ovelhas, também se faz Pastor.O problema é que o ser humano, nessa precária condição de ovelha, tem muita dificuldade de identificar quem é o bom Pastor e quais são outros pastores que não devem ser seguidos. Na ânsia de encontrar quem lhe dê um caminho seguro na vida, nós, muitas vezes, elegemos diversos pastores que nada têm de “bom”. Damos o pastoreio de nossa vida às nossas vontades, aos nossos sentimentos, à alguns costumes ou à determinadas pessoas que nada têm em comum com o bom Pastor. Enquanto isso, a primeira leitura vem nos chamar a atenção: “Esse Jesus, pedra que foi desprezada por vós, edificadores, tornou-se a pedra angular. Em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome foi dado aos homens, pelo qual devamos ser salvos” (At 4,11-12).
Reflexão para ovelhas
Senhor, ontem eu vi o meu pastor chorando,naquele instante eu fiquei pensado
Quem poderia lhe causar tamanha dor?
Qual ovelha fez chorar o meu pastor?
Seriam estas lágrima por uma ovelha perdida,Rebelde, desobediente, ou quem sabe caída,
Que trocou o aprisco pelo mundo enganador,Fazendo sofrer tanto o coração do meu pastor?Senhor, não me deixes ser uma ovelha assim.
Não deixes nunca o pastor chorar por mim.Faze-me mansa, submissa, meiga, obediente,Humilde e voluntária, ovelha simplesmente ...
Quero caminhar à luz da tua doutrina
E beber da fonte vem do alto, enchendo-me da tua graça,
Ovelha por dentro e por fora, por favor me faça.
Senhor, quero neste rebanho promover a união.
Não me deixes ser problema, mas me faças solução.
Quero somar as alegrias e multiplicar o amor

2 comentários:

  1. A paz do Senhor irmã n@n@.
    Gostei muito da reflexão sobre o ministério pastoral, concordo com você em gênero, número e grau.
    Um irmão me disse domingo último, que Davi quando foi enviado pelo seu pai aos seus irmãos, deixou as ovelhas sob o cuidado de um guarda, enquanto ele voltava, o verdadeiro pastor faz assim, vai buscar a perdida sem deixar que as outras se dispersem.
    No amor de Cristo.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente.
    O sentido da palavra pastor está totalmente deturpado tornando-se mais carcereiros espirituais..

    Fica na paz e passa la no meu

    www.oboanerges.blogspot.com.br

    ResponderExcluir